Daily Archives: 5 de December de 2016

Como dar feedback aos seus funcionários?

06-12

Grande parte dos empreendedores iniciantes sente dificuldades em dar retorno aos seus funcionários sobre a maneira como eles se comportam e a qualidade do trabalho deles.

Por mais difícil que seja essa tarefa – e em geral isso é mais difícil do que fácil – você precisa estar preparado para esse tipo de conversa. Saiba como fazer isso sem ficar numa situação desconfortável ou deixar seu funcionário constrangido:

1. Não demore
Você deve dar retorno aos seus funcionários o mais rápido que puder, para que os acontecimentos ainda estejam frescos na memória de ambos. Não espere passar um mês ou dois para chamar um dos seus colaboradores para conversar sobre uma falha, isso acaba perdendo a validade. O ideal é que você possa falar sobre as suas impressões logo que as ações forem realizadas; seja para o lado positivo, seja para o lado negativo.

2. Seja frequente
Não faça isso uma ou duas vezes e esqueça. Para que você e seus colaboradores estejam alinhados é ideal que eles saibam o que você espera deles, da mesma maneira que eles devem saber o que esperar de você. Crie o hábito de fazer reuniões de feedback, mas lembre-se: individualmente.

3. Seja detalhista
Feedbacks generalistas têm efeito ainda pior do que feedback nenhum. Seja específico, diga aos seus colaboradores o que você admira no trabalho deles e o que acredita que eles devem melhorar. Isso mostra que você prestou atenção no comportamento deles e, mais que isso, mostra a sua sinceridade.

4. Seja apropriado
Não saia gritando no meio do escritório/fábrica o que você pensa sobre o trabalho de determinada pessoa – independente se é uma opinião positiva –, isso desconcerta o funcionário. Lembre-se de fazer isso individualmente e, de preferência, cara a cara.

5. Mostre os tópicos relevantes
Só dê retorno sobre as coisas que realmente importam. Não faz diferença se o seu funcionário reclamou porque a máquina de café só serve expresso, por exemplo. Se apegue aos detalhes que comprometem o trabalho, tanto individual quanto da equipe.

6. Seja cuidadoso nas comparações
Jamais compare o comportamento de um funcionário com o outro. Não importa se os dois trabalham em parceria ou se você prefere o método de trabalho de um ou outro, fazer comparações acaba desmotivando o seu funcionário.